Eduardo Bolsonaro: “Genocida é quem proíbe o tratamento precoce”

O filho 03 do presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra a Covid-19

atualizado 19/03/2021 20:09

Eduardo BolsonaroReprodução

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) usou as redes sociais, nesta sexta-feira (19/3), para defender o “tratamento precoce” contra o novo coronavírus. Ele rebateu as críticas ao pai, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que tem sido chamado de “genocida” por opositores.

“Desconheço doença para a qual tratamento precoce seja pior do que tratamento com a doença em estágio mais avançado”, escreveu no Twitter.

O “tratamento precoce” citado por Eduardo e pelo presidente envolve medicamentos sem eficácia comprovada contra a Covid-19, como a cloroquina e a ivermectina, que inclusive a própria fabricante declarou que não tem indicação para a doença.

Na publicação, o deputado chama de “genocida” aqueles contrários a esses medicamentos. “Aqueles que proíbem o tratamento precoce de Covid são os verdadeiros genocidas”, disse.

Confira:

Na última quinta (18/3), cinco manifestantes foram presos enquadrados na Lei de Segurança Nacional após abrirem faixa que continha a frase “Bolsonaro genocida” na Praça dos Três Poderes.

0

 

Últimas notícias