Decisão do STF permitiu atuação de “imperadores” nos estados, diz Onyx

Ministro da Secretaria-Geral acusou governadores e prefeitos de fazer mau uso dos recursos enviados pela União para conter a Covid-19

atualizado 15/04/2021 10:24

OnyxRafaela Felicciano/Metrópoles

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, disse nesta quinta-feira (15/4) que os estados fizeram mau uso dos recursos enviados pela União. Pontuou ainda que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid não assusta o governo federal.

“Dinheiro não faltou, tanto é que você tem cinco operações da Polícia Federal em várias cidades, em vários estados brasileiros. Por quê? Por mau uso do dinheiro mandado pelo governo federal”, disse Onyx em entrevista à CNN Brasil.

O ministro também criticou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de permitir que governador e prefeitos definam medidas restritivas para conter a disseminação do vírus.

“Se o STF não tivesse tirado do presidente a condição de poder fazer a gestão do enfrentamento da pandemia, nós não teríamos os reizinhos nas cidades, nós não teríamos os imperadores dos estados que hoje batem em cidadão e cidadã de bem, que prendem quem quer trabalhar, que tiram o direito dessas pessoas de levar o pão para casa para alimentar seus filhos”, afirmou.

0
CPI da Covid

Sobre a CPI da Covid, o ministro disse que o governo não possui nenhum temor. A CPI vai investigar ações do governo federal na pandemia de Covid-19 e a distribuição de recursos da União a estados e municípios.

“Nós não temos absolutamente nenhum temor. O governo sabe o que fez, fez com competência. O Brasil é o país que conduziu de forma mais equilibrada o processo.”

Últimas notícias