Datafolha: reação da economia melhora popularidade de Bolsonaro

Segundo o instituto, a taxa de aprovação à administração de Bolsonaro passou de 29% para 30% na primeira semana de dezembro

Cristiano Gomes/Metrópoles

atualizado 08/12/2019 9:42

O Instituto Datafolha divulgou, neste domingo (08/12/2019), nova pesquisa de avaliação do governo e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A recuperação da economia, mesmo que lenta, ajudou ​a frear a perda de popularidade.

Segundo o instituto, a taxa de aprovação à administração de Bolsonaro oscilou de 29% para 30% na primeira semana de dezembro, dentro da margem de erro do levantamento, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A taxa de reprovação ao governo, que tinha crescido de 30% para 38% nos primeiros oito meses depois da posse, agora caiu para 36%, variação que também está dentro da margem de erro do instituto.

O Datafolha entrevistou 2.948 pessoas em 176 municípios do país na quinta (05/12/2019) e na sexta (06/12/2019). As entrevistas foram feitas pessoalmente, em locais de grande circulação.

Divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo, a pesquisa captou vários sinais de que parte da população voltou a observar com otimismo a situação econômica. Segundo o Datafolha, 43% acham que os indicadores vão melhorar nos próximos meses. Em agosto, 40% pensavam assim.

Segundo o Datafolha, a taxa de aprovação ao trabalho da equipe econômica do governo aumentou de 20% para 25%, e a do combate ao desemprego foi de 13% para 16%.

Últimas notícias