Coronavírus: quarentena passa no Senado e vai virar lei

Projeto foi aprovado ontem pela Câmara e possibilita o recebimento dos brasileiros que vão chegar da China

Michael Melo/Metrópoles

atualizado 05/02/2020 18:36

Os senadores aprovaram nesta quarta-feira (05/05/2020) o projeto de lei recebido horas antes, após aprovação também em um dia na Câmara dos Deputados. O projeto foi enviado pelo governo federal com diretrizes básicas regulamentando quarentena sanitária no caso específico do coronavírus e prevendo o combate à doença.

A votação foi simbólica e nenhum senador se opôs à aprovação do texto. Nos discursos, vários bateram na tecla de que não governo ou oposição em um assunto de tal gravidade, mas alguns criticaram a demora do governo em ir resgatar os brasileiros na China.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) poderá agora sancionar o texto e transformá-lo em lei. Dessa maneira, haverá segurança jurídica para receber os brasileiros que serão resgatados por uma missão da Força Aérea Brasileira em Wuhan, na China, o epicentro do surto de coronavírus.

A expectativa é de 34 brasileiros cheguem no próximo sábado e fiquem em quarentena em uma base militar em Anápolis. O número pode aumentar ou diminuir até o momento do embarque, pois a vinda é opcional. Quem ficar em Wuhan, porém, seguirá na quarentena imposta pelo governo chinês.

Os militares e médicos que participam da missão também terão de ficar isolados, por um período de 18 dias.

Os aviões que vão buscar os brasileiros deixaram Brasília pouco depois do meio-dia desta quarta.

Últimas notícias