Coronavírus altera funcionamento do Palácio do Planalto

Servidores que tiveram contato com Fabio Wajngarten são afastados. Secretaria impõe teletrabalho e reforça higienização de ambientes

atualizado 18/03/2020 11:45

Raimundo Sampaio/Esp. Metrópoles

Os efeitos do coronavírus atingiram o funcionamento do Palácio do Planalto, sede da Presidência da República. A Secretaria de Comunicação, por exemplo, afastou 30 servidores que tiveram contato com o chefe do setor, Fabio Wajngarten, que está com a Covid-19, doença transmitida pelo novo vírus. Além disso, a Secretaria Geral da Presidência determinou o teletrabalho para os funcionários.

Nesta quarta-feira (18/03), o governo federal estabeleceu o regime de trabalho remoto para servidores e empregados públicos dos órgãos da Presidência da República em razão do estado de emergência de saúde pública.

O ministro da Secretaria Geral, Jorge Antonio de Oliveira Francisco, dispensou do expediente servidores com sessenta anos ou mais, imunodeficientes, doentes crônicos ou graves, gestantes e lactantes. A portaria com a determinação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta quarta-feira (18/03).

O regime de trabalho remoto será por processo eletrônico do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), comunicação eletrônica, participação em vídeo ou teleconferências, prestação de informações ou de outras atividades que possam ser realizadas sem a presença física do servidor nas instalações da Presidência da República.

“O servidor deverá permanecer à disposição da Administração para contato telefônico ou eletrônico, conforme a jornada normal de trabalho”, determina o ministro. Fica inalterado o regime de distribuição de tarefas.

O Palácio do Planalto também intensificou a higienização de áreas comuns, como corredores, banheiros, elevadores, copa e corrimãos.

A medida ficou ainda mais explícita após a confirmação de infecções no núcleo mais próximo ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), como no caso do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno.

Últimas notícias