Bolsonaro: “Vai faltar dinheiro para pagar servidor público”

Presidente disse que queda na arrecadação de impostos em decorrência das medidas de isolamento pode prejudicar o funcionalismo

atualizado 18/04/2020 22:27

Bolsonaro cumprimenta apoiadores em frente ao Palácio do PlanaltoRafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou, neste sábado (18/04), que a queda na arrecadação de impostos em decorrência das medidas de isolamento por causa do novo coronavírus pode resultar na falta de recursos para arcar com salários de servidores. “Vai faltar recurso para pagar o funcionalismo público também”, disse.

Bolsonaro fez a declaração na tarde deste sábado, em live transmitida em frente ao Palácio do Planalto, onde foi durante a tarde. Depois, ao descer a rampa da sede do governo federal para cumprimentar apoiadores, ele voltou a repetir a previsão.

“Desde o começo venho falando dos dois problemas: o vírus e o desemprego. A economia não roda dessa forma. Vai faltar dinheiro para pagar servidor público, o Brasil está mergulhando num caos”, afirmou.

Ele também fez críticas à aprovação, na Câmara dos Deputados, do chamado “Plano Mansueto Light”, de auxílio financeiro aos estados para ajudar no orçamento dos governadores.

“Alguns milhões de empregos formais foram destruídos, fora os informais. A Câmara aprovou dizendo que eu tenho obrigação de recompor ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e ISS (Imposto sobre Serviços). Não tem dinheiro para tudo isso. Vão ficar querendo que o contribuinte pague essa conta até quando?”, questionou.

Últimas notícias