Bolsonaro: “Nossos ministérios não terão condenados por corrupção”

Segundo o presidente eleito, os nomes dos ministros serão divulgados nas redes sociais e que qualquer notícia alheia é "mera especulação"

Igo Estrela/Metrópoles

atualizado 01/11/2018 9:19

Com quatro ministros já definidos, o presidente recém-eleito, Jair Bolsonaro, afirmou que condenados por corrupção não terão vez em seu governo. De acordo com o futuro chefe do Palácio do Planalto, os nomes de seus comandados serão anunciados pelas redes sociais e que qualquer divulgação a mais não procede e nem tem validade.

“Nossos ministérios não serão compostos por condenados por corrupção, como foram nos últimos governos. Anunciarei os nomes oficialmente em minhas redes. Qualquer informação além é mera especulação maldosa e sem credibilidade”, anotou Bolsonaro em mensagem publicada no Twitter e no Facebook.

Nesta quarta-feira (31/10), Bolsonaro já havia confirmado, por meio de suas redes sociais, o astronauta Marcos Pontes como ministro da Ciência e Tecnologia.

Últimas notícias