Bolsonaro, em novo ataque a Joice: “Acho que mentir engorda”

Em transmissão ao vivo pelo Facebook, presidente fez nova agressão verbal à ex-aliada, desta vez por ter sido criticado sobre o "fundão"

atualizado 09/01/2020 21:52

Igo Estrela/Metrópoles

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), disse nesta quinta-feira (09/01/2020) que acredita que “mentir engorda”, ao falar sobre a ex-aliada e deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP). Ele rebateu, durante a transmissão ao vivo no Facebook, as declarações feitas pela parlamentar sobre a sanção do fundão.

Sem citar o nome de Joice, Bolsonaro a chamou de “deputada fofuxa de São Paulo”. O “apelido”, que fala em tom pejorativo sobre o formato do corpo da parlamentar, é sempre utilizado pelo presidente e por seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que também a chama de “Peppa” (alusão ao desenho animado Peppa Pig, uma porquinha).

Como justificativa para sancionar o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), conhecido como fundão, o presidente alega que pode incorrer em crime de responsabilidade fiscal e ter um processo de impeachment aberto contra ele. Para Joice, a explicação é uma “mentira deslavada”.

“Vou ter que sancionar ou vetar. Já dei uma explicação de acordo com a lei do ano passado, apanhei de muita gente. Quem não quer entender, continua falando ‘veta, veta’. Se porventura eu sancionar e perder voto, paciência. Tem dois deputados que não vou falar o nome aqui. Uma fofuxa de São Paulo e um japonês de São Paulo, falando mentiras. A questão é desgastar e criticar. É mais fácil para esse tipo de gente. Se tivesse fazendo coisa boa, acho que a primeira estaria mais magra e o outro menos pitoco de sem vergonha. Acho que mentir engorda”, atacou Bolsonaro.

Últimas notícias