Bolsonaro diz que aumentará Bolsa Família para R$ 250 até setembro

Em março, o país atingiu mais de 14,5 milhões de famílias dependentes do programa de assistência social

atualizado 28/04/2021 14:56

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, na manhã desta quarta-feira (28/4), que pretende aumentar o benefício do Bolsa Família, atualmente de R$ 192, para R$ 250 até setembro.

“Só de auxílio emergencial no passado, gastamos mais de 10 anos de Bolsa Família. Então, o PT que fala tanto em Bolsa Família… Hoje, a média é R$ 192. O auxílio emergencial tá R$ 250. É pouco? Sei que tá pouco, mas é muito maior do que a média do Bolsa Família”, avaliou Bolsonaro.

A Lei 10.836 de 2004, que cria o Bolsa Família, foi sancionada no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e, até junho de 2020, bateu a marca de 14,3 milhões de famílias atendidas. O número foi o segundo maior da história do programa, segundo o governo federal.

No mês de março, o Ministério da Cidadania informou que 14.5 milhões de famílias recebem atualmente o benefício.

Com a volta do auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal pagou, na última sexta-feira (23/4), a nova rodada do benefício para os participantes do Bolsa Família. Quem tem o NIS final igual a 5 recebeu a primeira parcela na sexta-feira.

O benefício tem sido depositado conforme o calendário habitual do programa — pago nos últimos 10 dias úteis de cada mês, de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS). Veja a tabela de pagamento para beneficiários do Bolsa Família:

0

A conversa de Bolsonaro com simpatizantes foi registrada em vídeo e divulgada por um canal no YouTube simpático ao presidente.

Últimas notícias