Bolsonaro dá posse a ministros. Moro é o primeiro

Onyx Lorenzoni, que chefiará a Casa Civil, foi o segundo a assinar o livro que o oficializa no cargo

atualizado 02/01/2019 7:34

Michael Melo/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) já empossou o alto escalão de seu governo. O primeiro a assinar o ato foi o agora ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Onyx Lorenzoni, que chefiará a Casa Civil, tomou posse em seguida. O superministro da Economia, Paulo Guedes, assinou o livro logo após.

A solenidade desta terça-feira (1º/1) marcou a posse coletiva dos ministros. No decorrer da semana, haverá as posses individuais dos integrantes da equipe ministerial em suas respectivas pastas. Na mesma cerimônia desta tarde, Bolsonaro assinou medida provisória com a nova configuração da Esplanada dos Ministérios.

Confira como foram empossados os ministros, pela ordem:

  • Sergio Moro (Justiça);
  • Onyx Lorenzoni (Casa Civil);
  • Fernando Azevedo e Silva (Defesa);
  • Ernesto Araújo (Relações Exteriores);
  • Paulo Guedes (Economia);
  • Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura);
  • Tereza Cristina (Agricultura);
  • Ricardo Vélez Rodriguez (Educação);
  • Osmar Terra (Cidadania);
  • Luiz Henrique Mandetta (Saúde);
  • Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Júnior (Minas e Energia);
  • Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações);
  • Ricardo Salles (Meio Ambiente);
  • Marcelo Álvaro Antônio (Turismo);
  • Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional);
  • Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos);
  • Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral da Presidência);
  • Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União);
  • Carlos Alberto Dos Santos Cruz (Secretaria de Governo);
  • Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional);
  • André Luiz de Almeida Mendonça (Advocacia-Geral da União);
  • Roberto Campos Neto (Banco Central).

Últimas notícias