Bolsonaro comanda reunião ministerial a três meses das eleições

Presidente reúne auxiliares no Palácio do Planalto para alinhar o discurso e as estratégias eleitorais

atualizado 05/07/2022 9:36

Presidente da República, Jair Bolsonaro durante coletiva sobre combustíveis no palacio planaltoIgo Estrela/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (PL) comanda, na manhã desta terça-feira (5/7), reunião ministerial para alinhar o discurso e as estratégias eleitorais, a três meses do pleito. Em meio a preocupações sobre o desempenho do presidente em pesquisas de intenções de voto, o encontro deverá pautar ajustes na comunicação do governo.

Segundo o colunista Igor Gadelha, do Metrópoles, Bolsonaro enviará seus ministros para uma série de viagens pelo Brasil nas próximas semanas. O mandatário deve estabelecer com seus auxiliares os setores específicos que cada um deles deve procurar durante as viagens em busca de apoio à sua reeleição.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Também haverá definição dos estados em que é necessário concentrar esforços nos próximos dias. Conforme determina a legislação eleitoral, a partir de 2 de julho, nenhum candidato poderá comparecer em entregas de obras públicas.

Ministros de Estado, por exemplo, poderão seguir com os compromissos pelo país, desde que não façam campanha para Bolsonaro, sob pena de serem enquadrados na Lei das Eleições.

Além dos 23 ministros, o encontro deve contar com a presença do general Walter Braga Netto – exonerado, na semana passada, da assessoria especial da Presidência da República.

Mesmo com a pressão do Centrão, que insistia no nome da ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina, Braga Netto conseguiu se capitalizar como vice de Bolsonaro. O presidente considera que o general é um seguro anti-impeachment em eventual segundo mandato.

Presidente, governador e senador: veja quem são os pré-candidatos nas Eleições 2022

A reunião ainda deverá tratar do marketing eleitoral. O publicitário Duda Lima foi contratado pelo PL para atuar na campanha à reeleição de Bolsonaro. O ex-secretário de Comunicação Fabio Wajngarten também está de volta para assessorar a campanha.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias