Bolsonaro chama Anitta de “adolescente” após críticas sobre Amazônia

A cantora usou as redes sociais para dizer que conversou com Leonardo DiCaprio e que o ator sabe mais sobre a floresta do que o presidente

atualizado 04/05/2022 12:56

Bolsonaro fala na entrada do Palácio da Alvorada. Ele gestícula, usa terno e gravata e tem expressão séria - MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

Mesmo bloqueado no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a fazer provocações à cantora Anitta. Ele rebateu uma publicação em que ela havia afirmado que conversou por horas com o ator Leonardo DiCaprio sobre a ligação das eleições com a preservação da Amazônia, e escreveu que ele entende mais sobre a floresta amazônica do que o próprio chefe do Executivo brasileiro.

“Vocês sabiam que ele sabe mais sobre a importância da nossa floresta Amazônica do que o presidente do Brasil?”, ironizou a artista.

Em um tom de deboche, Bolsonaro respondeu a cantora: “Fico feliz que tenha falado com um ator de Hollywood, Anitta, é o sonho de todo adolescente”, escreveu Bolsonaro no Twitter.

“Eu converso com milhares de brasileiros todos os dias. Não são famosos, mas são a bússola para nossas decisões, pois ninguém defende e sabe mais sobre o Brasil do que seu próprio povo”, argumentou o mandatário do país.

Além de Anitta, Bolsonaro também vem direcionando farpas a DiCaprio em razão da atuação do ator em prol do meio ambiente, em especial, à Amazônia.

Nessa terça-feira (3/5), durante conversa com apoiadores, o presidente Bolsonaro mandou o ator ficar de “boca fechada” pelas falas relacionadas ao Brasil.

O chefe do Executivo federal comentava a sustentabilidade brasileira quando mencionou o ator: “Somos exemplo para o mundo, tanto é que a Europa está mudando a legislação ambiental”, argumentou. “[Mas] Tá lá o DiCaprio botando fotografia de 20 anos atrás”, reclamou.

“O DiCaprio tem que saber que a própria presidente da OMC [Organização Mundial do Comércio] falou que, sem o agronegócio brasileiro, o mundo passa fome. Então, é bom o DiCaprio ficar de boca fechada, em vez de ficar falando besteira por aí”, enfatizou Bolsonaro. O momento foi divulgado por um canal simpatizante.

Bloqueado

No segundo fim de semana de abril, Anitta usou um figurino nas cores da bandeira brasileira no festival Coachella, nos Estados Unidos. Sobre a roupa, a cantora disse que “ninguém pode se apropriar” do símbolo [a bandeira nacional], mas sem citar diretamente Bolsonaro. O presidente, então, retuitou a postagem de Anitta e escreveu, em tom de ironia, que concordava com a funkeira.

Depois de afirmar que havia bloqueado o chefe do Executivo, Anitta fez uma série de publicações explicando o motivo da iniciativa.

“Eles estão com uma equipe de redes sociais mais jovem e descolada para justamente passar essa imagem dele. Fazer o público esquecer as merdas com piadas e memes da internet, que façam o jovem achar que ele é um cara maneirão, boa praça. Então, nesse momento, qualquer manifestação contra ele por meio dos artistas vai ser revertida em forma de deboche pelas mídias sociais dele”, escreveu.

“Eu trocaria o slogan ‘fora fulaninho’ para ‘muda Brasil’ ou algo que desvincule completamente a narrativa do nome dele. Pois isso, no momento, só vai dar mais mídia e, consequentemente, mais força. Vocês não me verão falando ‘fora fulaninho’ até as eleições acabarem. E sugiro a quem for contra ele fazer o mesmo”, concluiu.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias