Bolsonaro anuncia soltura de ex-motorista de jogador detido na Rússia

O presidente se reuniu com o ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França, para discutir sobre a liberação de Robson

atualizado 02/05/2021 13:24

Em meio à crise para chegada de insumos e vacinas contra a Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniu, na manhã deste domingo (2/5) com o ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França, para discutir sobre a liberação de Robson Oliveira, ex-funcionário do meia Fernando, atualmente no Beijing Guoan.

Ele estava preso desde 2019, na Rússia, por ter levado remédios proibidos no país para o sogro do atleta.

Uma jornalista questionou o presidente sobre a reunião com França no Palácio do Alvorada, na manhã deste domingo. O presidente, então, retrucou: “A pauta é única, pergunta só sobre a pauta. Notícia extremamente importante para todos os brasileiros”, afirmou.

“Depois de meses de negociação com o governo russo, com o qual mantemos um excelente relacionamento – eu tenho admiração pelo governo russo –, quero anunciar que o Robson, ex-motorista do jogador Fernando, que estava detido há dois anos, já se encontra na embaixada brasileira. E vai retornar ao Brasil”, disse.

É possível que Robson volte até quinta-feira (6/5) ao Brasil.

Veja o vídeo:

Robson estava preso desde março, acusado de tráfico internacional de drogas e preparação para o tráfico por ter entrado no país com remédios proibidos, que seriam usados pelo sogro de Fernando, William.

Motorista do jogador no Brasil, ele foi chamado a trabalhar na Europa com sua esposa, Simone, cozinheira convidada pela sogra do jogador, Sibele.

O ex-motorista foi detido com duas caixas do remédio Mytedom, potente comprimido para quem convive com dores, mas também bastante utilizado no tratamento de recuperação de viciados em ópio e heroína.

Confira post sobre o assunto:

]- Nessa data o Governo Russo anuncia a libertação de Robson Nascimento de Oliveira, ex-motorista do jogador Fernando do Spartak Moscou.

https://t.co/Ex52AaUhjt

— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) May 2, 2021

Últimas notícias