Bolsonaro anuncia cortes em propaganda do BB e Caixa e ataca oposição

Com fim do contrato que contemplaria as duas estatais, governo deixará de gastar R$ 30 milhões por ano, afirmou o presidente

Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 23/01/2019 11:17

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) informou nesta quarta-feira (23/1), na sua conta oficial no Twitter, que o ministro da secretaria de governo, general Santos Cruz, anunciou o fim de um contrato de assessoria de imprensa internacional. Com isso, segundo o capitão da reserva, o governo deixou de gastar R$ 30 milhões ao ano.

Na mensagem, Bolsonaro também destacou que os custos com propaganda das estatais Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil foram zerados nos primeiros momentos do ano. Na avaliação dele, a medida foi “justa” e tem como objetivo deixar a operação governamental “enxuta”.

Ao falar sobre os cortes, o presidente atacou os antigos governos, dizendo que eles foram responsáveis por “gastos que ultrapassavam centenas de milhões” nessas áreas.Em outra postagem, ele afirmou que esses recursos eram “mais uma das muitas fontes de ações escusas dos grupos que estavam no poder, cuja boa parte dos membros está presa”.

Últimas notícias