Bolsonaro: AGU vai recorrer de decisão que retoma radares móveis

Nessa quarta-feira, o juiz Marcelo Gentil Monteiro, da 1ª Vara Federal da Justiça de Brasília, determinou suspensão da medida administrativa

atualizado 12/12/2019 14:05

Igo Estrela/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) informou que a Advocacia-Geral da União (AGU) vai recorrer de decisão da Justiça Federal do Distrito Federal que retornou com os radares móveis de velocidade em rodovias federais.

O mandatário da República comunicou a decisão nas redes sociais e questionou os internautas se concordam ou não com o fim dos medidores de velocidade.

Nessa quarta-feira (11/12/2019), o juiz Marcelo Gentil Monteiro, da 1ª Vara Federal da Justiça de Brasília, determinou a suspensão da medida administrativa editada pelo governo federal que barrou o uso de radares móveis em estradas. Na decisão, o magistrado deu 72h para que o sistema de fiscalização eletrônica volte à ativa.

O juiz pediu que a União se abstenha de praticar atos “tendentes a suspender, parcial ou integralmente, o uso de radares estáticos, móveis e portáteis”.

A suspensão havia sido determinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em agosto deste ano.

Últimas notícias