“Vou votar no Eduardo. Embaixada tem corpo técnico”, diz senador de GO

Presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Vanderlan Cardoso defende indicação do filho do presidente para embaixada nos EUA

Andre Borges/Esp. MetrópolesAndre Borges/Esp. Metrópoles

atualizado 02/09/2019 7:21

Aos 56 anos, o senador Vanderlan Cardoso (PP-GO), exerce o primeiro mandato parlamentar. Empresário, foi prefeito de Senador Canedo, cidade localizada a 25 quilômetros da capital, Goiânia. Desde fevereiro, Cardoso preside a Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado. Integrante da base de apoio do governo, mostra-se compreensivo com a falta de recursos, embora observe a importância do setor. “Em países desenvolvidos, quando vem uma crise como essa do nosso país, eles aumentam os investimentos em Ciência, Tecnologia e Pesquisa”, afirma o congressista goiano.

Nos assuntos políticos, Vanderlan também se alia ao Palácio do Planalto. Na entrevista ao Metrópoles, ele se posicionou a favor da indicação do filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos.

“Vou votar no Eduardo. Ele é presidente de uma das comissões mais importantes da Câmara (Relações Exteriores) e embaixada tem corpo técnico”, diz o parlamentar. Na opinião de Cardoso, o filho do presidente vai ter atuação política nos EUA para trazer negócios para o Brasil.

A seguir, a íntegra da entrevista.



Últimas notícias