PF: troca na superintendência no RJ foi a pedido do próprio delegado

A nota emitida pela instituição contradiz o presidente Bolsonaro, que disse, mais cedo, que a substituição era por motivo de "produtividade"

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 15/08/2019 18:17

A Polícia Federal informou, por meio de nota enviada à imprensa que a substituição do delegado Ricardo Saadi na Superintendência do Rio de Janeiro já estava sendo planejada e que atende a pedido do próprio delegado, que havia manifestado vontade de trabalhar em Brasília. De acordo com a nota, Saadi será substituído no cargo por Carlos Henrique Oliveira Souza, atual superintendente regional em Pernambuco.

A nota da PF contradiz o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) que disse, na manhã desta quinta-feira (15/08/2019), que trocaria o comando da PF no Rio de Janeiro por “questão de produtividade”.

“A Polícia Federal informa, em relação à substituição do Superintendente Regional no Estado do Rio de Janeiro, que a troca da autoridade máxima do órgão no estado já estava sendo planejada há alguns meses e o motivo da providência é o desejo manifestado, pelo próprio policial, de vir trabalhar em Brasília, não guardando qualquer relação com o desempenho do atual ocupante do cargo”, diz a nota.

Desconforto
A declaração do presidente gerou desconforto entre delegados e agentes da instituição que chegaram a falar sobre desrespeito e ameaça à autonomia da instituição.

Leia na íntegra a nota emitida pela Polícia Federal:

“Nota à imprensa

Troca no comando da Superintendência Regional da PF no Rio de Janeiro

A Polícia Federal informa, em relação à substituição do Superintendente Regional no Estado do Rio de Janeiro, que a troca da autoridade máxima do órgão no estado já estava sendo planejada há alguns meses e o motivo da providência é o desejo manifestado, pelo próprio policial, de vir trabalhar em Brasília, não guardando qualquer relação com o desempenho do atual ocupante do cargo.

A substituição de superintendentes regionais é normal em um cenário de novo governo. De janeiro para cá, a PF já promoveu a troca de 11 superintendentes.

O nome do substituto, escolhido pela Direção Geral da Polícia Federal, é o do delegado de polícia federal Carlos Henrique Oliveira Sousa, atual Superintendente Regional em Pernambuco”.

Últimas notícias