Joice diz que Bolsonaro tem “ciuminho” de sua relação com Doria

Líder do governo no Congresso disse que teve o "coração conquistado" pelo presidente e pelo PSL, embora se dê bem com governador de SP

Divulgação/PRDivulgação/PR

atualizado 04/09/2019 18:15

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), disse nesta quarta-feira (04/09/2019) que o presidente Jair Bolsonaro tem “ciuminho” de sua relação com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

“Meu coração foi conquistado pelo PSL, pelo presidente Bolsonaro. De vez em quando rola um ciuminho, é absolutamente normal”, declarou a líder, após um evento no Palácio do Planalto.

A declaração é uma resposta à crítica que Bolsonaro fez a ela em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. O presidente disse que Joice tem “um pé em cada canoa”, referindo-se à aproximação com o tucano Doria.

“É ciuminho. Eu me dou muito bem com o governador de São Paulo, João Doria, todo mundo sabe. Agora, eu optei pelo Jair Bolsonaro. Eu já conhecia o Doria antes do PSL e antes de conhecer o presidente. E mesmo como todo o carinho que tenho pelo governador de São Paulo, tenho problemas com algumas figuras do partido, do PSDB, todo mundo sabe. Inclusive já critiquei enfaticamente vários deles”, justificou a líder.

Jair Bolsonaro tem reiterado que ainda é cedo para apoiar candidatos para as eleições de 2020. Para Joice, concorrer ou não à prefeitura de São Paulo vai depender da conjuntura política e da liberação do presidente.

“Hoje, não há outra pessoa com musculatura para se apresentar como candidata à prefeitura de São Paulo. O meu medo, meu único receio, é deixar São Paulo ou nas mãos do PSDB, no caso do Bruno Covas, que já demonstrou claramente que não tem capacidade para comandar São Paulo, ou então de um candidato da esquerda, porque o Márcio França [PSB] e o Haddad [PT] é a mesma coisa, só muda a máscara”, afirmou.

Últimas notícias