Aos gritos de “demissão”, parlamentares criticam resposta do ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante discurso em comissão geral na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (15/05/2019). A reação ocorreu em dois momentos: depois que o titular da pasta citou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e quando perguntou se os deputados conheciam a carteira de trabalho.

Veja imagens:

“Eu fui bancário de carteira assinada, trabalhei muito, recebi o ticket. Vocês conhecem carteira de trabalho? Aquela azul?”, disse aos congressistas. Depois, citou o petista em um caso que teria ocorrido dentro do banco: “Quem ligou para o dono do Santander na Espanha para pedir a cabeça de uma bancária colega minha foi o Lula”.

O deputado Marcos Pereira (PRB-SP), que está presidindo o plenário, precisou intervir e chamou a atenção do ministro. “Eu pessoalmente também me senti ofendido, porque eu já tive carteira assinada também”, destacou. Ele precisou pedir ao ministro que respondesse os questionamentos dos deputados dentro do tema.