Carlos Bolsonaro diz que jornalistas distorceram fala: “Canalhas!”

Segundo o filho do presidente, postagem sobre "via democrática" era resposta aos que cobram mudanças urgentes

Divulgação/Câmara Municipal do Rio de JaneiroDivulgação/Câmara Municipal do Rio de Janeiro

atualizado 10/09/2019 15:28

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), culpou jornalistas por deturparem a declaração dele sobre a impossibilidade de mudanças mais rápidas por “via democrática”.

Segundo o parlamentar, que se licenciou do cargo nesta terça-feira (10/09/2019), a fala era mais uma justificativa aos que cobram mudanças urgentes. Pontuou ainda que a imprensa distorceu sua declaração, fazendo com que parecesse uma defesa à ditadura.

“O que falei: por vias democráticas as coisas não mudam rapidamente. É um fato. Uma justificativa aos que cobram mudanças urgentes. O que jornalistas espalham: Carlos Bolsonaro defende ditadura. CANALHAS!”, disparou o herdeiro do mandatário da República, em nova postagem no Twitter.

A polêmica nas redes teve início com o post no qual Carlos Bolsonaro demonstrava frustração com a lentidão das mudanças no país. “Por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos… e se isso acontecer. Só vejo todo dia a roda girando em torno do próprio eixo e os que sempre nos dominaram continuam nos dominando de jeitos diferentes!”, assinalou o filho do chefe do Executivo nacional.

Últimas notícias