Bolsonaro replica vídeo: mandante de atentado paga advogado de Adélio

Zanone de Oliveira diz que se expressou mal e entrevista foi editada: "Emissoras de TV me convidam para entrevistas. Não pagam honorários"

Reprodução/FacebookReprodução/Facebook

atualizado 12/06/2019 18:41

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) postou na sua conta do Twitter, nesta terça-feira (11/06/2019) à noite, vídeo em que o advogado Zanone de Oliveira, que defende Adélio Bispo, agressor do então candidato do PSL durante a campanha de 2018, dá a entender que emissoras de TV pagam seus honorários.

Veja:

As informações contidas no vídeo, no entanto, teriam passado por edição e estariam fora do contexto. É o que afirmou Zanone, em entrevista ao site O Antagonista.

Na entrevista, 0 advogado diz: “Tirando aquele primeiro contato, em que a pessoa me pagou no interior do meu escritório, a partir daí todas as despesas foram bancadas por algumas emissoras de televisão”.

Entrevistas
Zanone diz que se expressou mal. “As emissoras de TV, rádio e até veículos de imprensa me convidam para dar entrevistas. Pagam passagem, hotel, jantar. Eu falei em despesas, custas, não honorários”, afirmou.

O advogado disse ainda que já falou sobre esses pagamentos à Polícia Federal, no âmbito do inquérito sobre o financiador da defesa de Adélio, suspenso em março.

A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) também compartilhou, no Twitter, a entrevista com Zanone: “Bomba, espalhem ao máximo”, encorajou:

Últimas notícias