Diagnosticado com pneumonia e há 11 dias internado no Hospital Albert Einsten, em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) passou o dia, nesta quinta-feira (7/2), com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e os filhos Carlos e Eduardo. De acordo com o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, o presidente tem feito orações e está “convicto” na ação dos médicos para sua recuperação.

O presidente fez questão de afirmar que segue trabalhando, apesar de estar no hospital. De manhã, escreveu no Twitter que está “combatendo o bom combate”. À tarde, logo após a divulgação do boletim médico que atestou novo episódio de febre e pneumonia, Bolsonaro declarou estar tranquilo, bem e alertou para “sensacionalismo”.

“Ele imediatamente ficou triste [após diagnóstico de febre e pneumonia], mas depois reverteu a chave, o relé, o disjuntor e se manteve firme e feliz. E vai rapidamente suplantar esse momento que está vivenciando”, afirmou o porta-voz em coletiva de imprensa.