Bolsonaro: “Macron usa crítica sobre Amazônia para ganhos políticos”

Presidente fez postagens no Twitter dizendo que líder francês usou tom sensacionalista e "fotos falsas" para falar sobre queimadas no Brasil

atualizado 22/08/2019 20:14

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) usou o Twitter na noite desta quinta-feira (22/08/2019) para rebater uma crítica do presidente da França, Emmanuel Macron, feita pela mesma rede social, sobre as queimadas na Amazônia. Bolsonaro afirmou que o líder francês usou um tom sensacionalista e fotos falsas para “ganhos políticos pessoais”, sem contribuir para a resolução do problema.

Minutos antes, em transmissão ao vivo pelo Facebook, o presidente brasileiro fez um comentário indireto sobre a situação. “Um país agora, que não vou dizer o nome aqui, falou da ‘nossa Amazônia’. Teve a desfaçatez de falar ‘a nossa Amazônia’. Está interessado em um espaço aqui da Amazônia para ele”, declarou Bolsonaro.

O presidente da República afirmou que as críticas vindas de outros países tem como objetivo prejudicar o agronegócio, a economia e para “recalcar o Brasil a uma posição subalterna”.

Bolsonaro voltou a criticar organizações não governamentais, as quais acusou de fazerem parte dos incêndios na floresta. “Quando se fala do Fundo Amazônia, de vir dinheiro de fora, mais ou menos 40% disso ia para ONGs. É dinheiro na mão de pessoas que não trabalham pelo interesse do Brasil, trabalham para atender interesse de quem os paga. Esses países que mandam dinheiro para cá, não mandam por caridade. Buscam com interesse, para atingir a nossa soberania”, descreveu.

 

Últimas notícias