Bolsonaro fala sobre invasor do Alvorada: “Pessoa meio alterada”

Identidade do homem não foi divulgada. Ele tentou entrar na residência oficial na noite de domingo, mas foi detido por seguranças

Michael Melo/MetrópolesMichael Melo/Metrópoles

atualizado 14/01/2020 11:53

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta terça-feira (14/01/2020) que ficou sabendo do homem que tentou invadir o Palácio da Alvorada na noite do último domingo (12/01/2020) e que lhe informaram que a pessoa detida por seguranças “estava meio alterada”.

O homem acabou ferido na tentativa de invasão da residência oficial da Presidência da República. Ele foi levado para o Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), onde recebeu os socorros.

“Ele estava, pelo que fiquei sabendo, estava meio alterado, né. Parece que depois foi tomar um banho aqui no lago aqui. Pelo jeito, foi tomar banho”, disse Bolsonaro ao deixar o Alvorada na manhã desta terça.

No momento da tentativa de invasão, o presidente não estava no Alvorada. Ele retornou ao local na tarde dessa segunda-feira (13/01/2020) após um breve período de descanso no Guarujá, litoral de São Paulo.

GSI
A invasão foi confirmada pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI). “Um cidadão ultrapassou as grades que limitam o acesso ao Palácio da Alvorada. Apesar de advertido pelos agentes de segurança de instalações e por militares da guarda militar da residência oficial para que parasse, transpôs, correndo, o espelho d’água do Palácio”, informou.

Últimas notícias