*
 

Com a definição do juiz federal Sérgio Moro como futuro ministro da Justiça no governo Jair Bolsonaro, a equipe do presidente eleito já conta com cinco nomes confirmados para ocupar a Esplanada dos Ministérios e a Praça dos Três Poderes a partir de 1º de janeiro de 2019.

A equipe de transição de governo trabalha com a perspectiva de reduzir ao máximo a configuração atual da Esplanada dos Ministérios.

O juiz federal Sérgio Moro anunciou que deixará imediatamente de atuar na Operação Lava Jato para assumir o Ministério da Justiça, turbinado com atribuições de outras pastas.

O deputado federal reeleito Onyx Lorenzoni (DEM-RS) ocupará a Casa Civil, posto chave no Palácio do Planalto depois do próprio presidente da República.

O economista Paulo Guedes, adepto do liberalismo com atuação no mercado financeiro, será o condutor da política econômica defendida pelo futuro presidente.

O general da reserva do Exército Augusto Heleno, quem comandou a missão de paz no Haiti, vai assumir as Forças Armadas

Tenente-coronel da reserva da Força Aérea, o astronauta Marcos Pontes comandará o ministério da Ciência e Tecnologia.