Bolsonaro anuncia fim de secretaria voltada à diversidade no MEC

No Twitter, presidente disse que vai criar "pasta de alfabetização" com o objetivo de formar cidadãos preparados para o mercado de trabalho

FáTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOFáTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

atualizado 02/01/2019 19:49

Antes mesmo da cerimônia de posse do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, nesta quarta-feira (2/1), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi ao Twitter onde adiantou que o novo titular da pasta irá extinguir a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão e criar a “pasta de alfabetização”.

O propósito dessa mudança, postou Bolsonaro, é formar cidadãos preparados para o mercado de trabalho, uma de suas bandeiras de campanha.

Ainda segundo o tuíte do presidente, os governos anteriores – leia-se PT – investiam na formação de “mentes escravas” das idéias do socialismo.

Confira:

Últimas notícias