Boca Aberta entrega troféu de “estrela no combate à corrupção” a Moro

Deputado em primeiro mandato, paranaense como o ministro da Justiça, deu ao conterrâneo uma taça: "Fica com o craque"

Gabriela Biló/Estadão ConteúdoGabriela Biló/Estadão Conteúdo

atualizado 02/07/2019 20:49

Durante a sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na Câmara dos Deputados, na noite desta terça-feira (02/07/2019), para ouvir o hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, sobre o vazamento de mensagens atribuídas a ele e a procuradores da Operação Lava Jato, o deputado Boca Aberta (Pros-PR) trouxe um troféu para entregar ao ex-juiz federal. “Neste momento, entrego o troféu pro senhor, aqui está escrito: ‘Sergio Moro, maior estrela de combate à corrupção’”.

Para o parlamentar, o troféu, “cobiçado por craques como Neymar e Messi, agora ficará com o craque Moro”. A taça trazida pelo parlamentar é parecida com a da Liga dos Campeões da Europa. O deputado subiu até a mesa onde o ministro está e deu um abraço no ministro enquanto entregava o troféu.

Esse é o primeiro mandato do parlamentar como deputado federal. Ele, assim como Moro, é do Paraná. Boca Aberta, na verdade, é Emerson Miguel Petriv, um operador de equipamento de rádio, televisão, som e cinema, natural da cidade de Londrina.

Contexto 
Em 9 de junho, o site The Intercept Brasil começou a divulgar uma série de reportagens com base em mensagens que mostram suposta interferência do então juiz da Operação Lava Jato no trabalho investigativo. O atual ministro da Justiça e o chefe da força-tarefa do Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol, teriam trocado colaborações. Depois, o site continuou com a publicação de matérias sobre o tema.

Sergio Moro e Dallagnol dizem ter sido vítimas de um ataque hacker criminoso e não reconhecem a autenticidade do conteúdo que veio a público. Com base no que foi exposto, ambos negam haver qualquer irregularidade nas conversas.

Últimas notícias