Policial quer sair do hospital e cuidar do filho que atirou nele na PB

Além de atirar contra o próprio pai, o menino de 13 anos matou a mãe e o irmão mais novo e confessou o crime no sábado (19/3)

atualizado 25/03/2022 11:27

PM quer desinternação e cuidar do filho que atirou contra ele, diz advogadoDivulgação

Ainda no hospital, em recuperação, o sargento da Polícia Militar que foi atingido por tiros disparados pelo próprio filho de 13 anos manifestou o desejo de cuidar do garoto. A informação foi dada nesta nessa quinta-feira (24/3), pelo advogado da família, Aylan da Costa Pereira. Além de atirar contra o próprio pai, o menino de 13 anos confessou ter matado a mãe e o irmão mais novo no último sábado (19/3), em Patos, no Sertão da Paraíba.

O hospital de emergência e trauma de Campina Grande divulgou na noite desta quarta-feira um boletim mais atualizado sobre o estado de saúde do policial militar que foi baleado pelo próprio filho de 13 anos.

Leia mais no Portal T5, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias