Policial diz que arma na cintura ao dançar funk em TikTok era de pressão

Agente foi liberada para voltar ao trabalho, mas corporação vai apurar se arma que aparece no vídeo é de serviço

atualizado 16/07/2021 11:06

PM viralizou por vídeo no TikTok com arma na cinturaReprodução/Redes Sociais

A policial militar investigada por publicar um vídeo no TikTok em que dança com uma arma na cintura afirmou, em depoimento, que a pistola era de pressão e não era usada durante o serviço. O vídeo foi gravado em Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, e o caso foi denunciado à Corregedoria da PM.

De acordo com o Uol, ela disse que estava no horário de folga e que não infrigiu nenhuma regra interna da Polícia Militar. A agente foi liberada e voltará ao trabalho normal.

Veja o vídeo abaixo:

A Polícia Militar do Mato Grosso do Sul defende que, como a investigada estava no horário de folga e não estava fardada, não houve desrespeito ao regulamento da instituição. Mesmo assim, um processo administrativo ainda vai apurar se a arma na cintura era de serviço da PM ou de pressão, como ela argumenta. A investigação deve durar entre 15 e 30 dias

Desde então, a policial tornou as redes sociais privadas e apagou a conta no TikTok.

Últimas notícias