*
 

O Ministério Público do Estado de Goiás, em conjunto com a Corregedoria da Polícia Militar, deflagrou, na manhã desta quarta-feira (7/11), a Operação Pacto de Silêncio. A ação busca reprimir a ação de policiais militares investigados por tortura, que resultaram em morte e ocultação de cadáver.

São cumpridos nove mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão expedidos pela Justiça Militar. Entre os investigados que tiveram prisão temporária decretada, estão sete soldados e dois tenentes da Polícia Militar de Goiânia.

A investigação é sobre o desaparecimento de Pedro Henrique Rodrigues, 22 anos, em agosto deste ano, após uma abordagem feita pela Polícia Militar dentro de sua residência em Goiânia.