Polícia procura acusado de matar cachorro com 21 facadas no Rio

Cão da raça American Bully não resistiu a ataque. Vereador repudiou crime contra o bicho de estimação

atualizado 05/03/2022 16:32

cachorro morto a facadas no rio Divulgação

A Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ) busca informações que possam levar ao paradeiro de Thiago Santos de Jesus, acusado de matar a facadas um cão da raça American Bully, em Cosmos, na Zona Oeste da capital fluminense, no dia 24 de fevereiro. Mutante, como era conhecido o bichinho, foi esfaqueado 21 vezes pelo criminoso.

Após a repercussão do caso, Thiago deixou o bairro em que morava, e quando os agentes da PCRJ foram à casa dele, o homem já estava foragido. O presidente da Comissão de Defesa dos Animais da Câmara Municipal, vereador Luiz Ramos Filho (PMN), comentou o ocorrido.

“A polícia esteve na casa dele, mas ele fugiu. Estava andando livremente pelas ruas do bairro, inclusive intimidando a tutora do cachorrinho assassinado. Mas, com a repercussão do caso, ele fugiu, com medo de ser preso”, afirma o vereador.

Leia mais no site O São Gonçalo, parceiro do Metrópoles

Mais lidas
Últimas notícias