Polícia prende 13 pessoas por pesca ilegal em Niterói, Rio de Janeiro

Segundo os policiais, no local somente é possível fazer a pesca tradicional, realizada em local reservado a pescadores de Itaipu

atualizado 21/01/2021 17:03

Divulgação/Polícia Civil

Rio de Janeiro – Treze pescadores que praticavam pesca ilegal na praia de Piratininga, área de preservação ambiental em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, foram presos na tarde desta quinta-feira (21/1) por agentes da Polícia Civil, em ação conjunta com o Instituto Estadual do Ambiente (Inea). O grupo foi preso em flagrante e acusado de crime ambiental.

A Polícia identificou os presos após denúncias de moradores da região. Ao chegarem no local, os p9liciais encontraram os 13 pescadores em duas embarcações praticando a pesca ilegal, na praia de Piratininga.

Segundo os policiais, no local somente é possível fazer a pesca tradicional, realizada em local reservado a pescadores de Itaipu, também em Niterói.

“Por conta da rápida ação da Polícia Civil e dos agentes do Inea, que interromperam as atividades de pesca logo no início, evitou-se a morte de milhares de peixes nesta área, o que causaria grande impacto na vida marinha da Baía de Guanabara”, disse a titular da 81ª DP (Itaipu), delegada Raissa Celles.

Veja imagens da ação da polícia:

Últimas notícias