Polícia monta força-tarefa para investigar homicídio de advogados em Goiás

Frank Alessandro e Marcus Chaves foram mortos dentro do escritório de advocacia na tarde dessa quarta-feira (28/10)

atualizado 29/10/2020 13:45

advogados Frank Alessandro Carvalhaes de Assis e Marcus Aprigio ChavesReprodução

A Polícia Civil criou uma força tarefa para investigar a morte dos advogados Frank Alessandro Carvalhaes de Assis e Marcus Aprigio Chaves, assassinados a tiros dentro do escritório de advocacia na tarde desta quarta-feira (28/10). Por meio de nota, a corporação confirmou que o crime foi cometido por um homem por volta das 14h30 na Rua 9ª, no Setor Aeroporto, em Goiânia (GO).

A força tarefa será composta por Rilmo Braga, delegado titular da Delegacia de Investigação de Homicídios em conjunto com outros quatro delegados. Além disso, outros 30 policiais civis participarão do trabalho, que contará com o apoio da Polícia Militar (PM), do Instituto de Criminalística e do Instituto de Identificação.

Leia mais em Mais Goiás, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias