Polícia do RJ prende assaltante acusado de roubar R$ 3 milhões em joias

Caio Torres Valério Oliveira Machado, de 24 anos, participou de cinco roubos no RJ que, segundo a polícia, somam R$ 3 milhões em joias

atualizado 28/07/2021 12:58

Caio Torres Valerio Oliveira Machado é preso acusado de assalto a joalheriasReprodução

Rio de Janeiro – O acusado de liderar uma quadrilha responsável por assaltos a joalherias, que somam R$ 3 milhões em itens roubados, foi preso na noite desta terça-feira (27/7), em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro.

Caio Torres Valério Oliveira Machado, de 24 anos, é apontado como o chefe da quadrilha que, segundo a polícia, concretizou ao menos cinco roubos neste ano.

“Ele era o batedor da quadrilha. No último dia 7, foram presos três integrantes do grupo. Eles revelaram que Caio era o responsável por escolher os estabelecimentos. A partir dos cruzamentos de informações conseguimos prendê-lo”, afirmou o delegado João Valentin da 105ª DP (Petrópolis).

Em uma ação no dia 25 de junho, no centro de Petrópolis, na praça da Inconfidência, uma tradicional joalheria da cidade foi assaltada com prejuízo estimado em R$ 500 mil reais. Na ocasião, uma adolescente foi atingida de raspão por bala perdida durante troca de tiros com policiais militares.

Rangel Neves da Cunha Prata, o Russo, segundo a polícia está foragido. Ele é apontado como morador da comunidade Parque União, e seria o condutor dos veículos utilizados nos roubos. Também teria a função de repassar as joias aos traficantes das comunidades Nova Holanda e Parque União, na zona norte.

0

Últimas notícias