Polícia do Rio prende acusado de fuzilar carro na Barra da Tijuca

Duas pessoas ficaram feridas, entre elas, o ex-PM Adriano Maciel de Souza

atualizado 04/02/2021 15:52

Rio de Janeiro – A Delegacia de Homicídios da Capital prendeu, nesta quinta-feira (4/2), Sérgio Luiz Pereira Júnior, conhecido como Júnior Prefeitura, acusado de ser integrante da quadrilha que fuzilou o carro do ex-PM Adriano Maciel de Souza, na Avenida das Américas, uma das mais movimentadas da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, na manhã do último sábado (30/1).

Na ocasião, Archimedes Rodrigues da Costa Filho também ficou ferido. Ele é apontado como o segurança de Adriano. 

Em nota, a Polícia Civil informou que “ação foi em cumprimento de um mandado de prisão temporária. O acusado foi localizado no bairro Paciência, também na zona oeste. A principal linha de investigação, no momento, aponta para envolvimento da milícia no crime”.

Investigado por envolvimento com o jogo do bicho, o ex-PM foi emboscado por outros dois veículos, entre eles um Ecosport preto. Houve troca de tiros. Os criminosos ainda tentaram abrir a porta do motorista, mas não conseguiram.

O ex-PM e seu segurança foram levados para o Hospital Lourenço Jorge. Adriano foi transferido para uma unidade particular no início desta semana.

Últimas notícias