Polícia do Rio estoura empresa que revendia aparelhos roubados

Quadrilha movimentava mais de R$ 500 mil - alguns aparelhos chegam a valer R$ 60 mil aumentar a potência da transmissão de dados

atualizado 22/02/2021 19:19

Polícia do Rio estoura empresa que revendia aparelhos roubadosReprodução

Rio de Janeir0 – Agentes da Polícia Civil estouraram nesta segunda-feira (22/2) uma empresa que revendia equipamentos de transmissão de dados de empresas telefônicas no Rio e em Minas Gerais.

Com a ação, em um shopping no bairro da Várzea, em Teresópolis, região serrana do Rio, os investigadores interromperam a atividade criminosa, que movimentava mais de R$ 500 mil – alguns aparelhos chegam a valer R$ 60 mil e são utilizados para aumentar a potência de transmissão de dados de fibra ótica.

Veja imagens:

Os policiais das delegacias de Roubos e Furtos de Cargas e de Serviços Delegados(DRFC e DDSD) chegaram ao local após denúncias e informações coletadas pelo serviço de inteligência, identificando equipamentos que eram de propriedade das empresas Huawei, Oi, Tim e Vivo, que também têm direitos de exclusividade na distribuição dos equipamentos, apreendidos na sede de uma empresa de revenda de produtos tecnológicos, que funcionava no shopping.

Na operação, foram detidos dois empresários, que responderão pelo delito de receptação qualificada, que pode ter como punição a pena de 3 a 8 anos, de prisão, além de multa.

Simultaneamente, a Polícia Civil de Minas Gerais também deteve um autor do furto de parte dos equipamentos para prestar esclarecimentos. De acordo com a investigação, os equipamentos são adquiridos por operadores clandestinos de internet que prestam serviços em cidades do interior do Brasil, conhecidas como “gato-net”.

Últimas notícias