Psicólogo tem registro cassado após denúncia de abuso sexual em sessão

Julgamento do crime está marcado para outubro, quase quatro anos depois do caso chegar ao conhecimento da Polícia Civil

atualizado 06/08/2022 9:14

Agência Brasil / Divulgação

Um psicólogo de Blumenau (SC) teve o registro profissional cassado após ser denunciado por abusos sexuais cometidos durante as sessões de terapia de uma paciente. O julgamento do crime está marcado para outubro, quase quatro anos depois do caso chegar ao conhecimento da Polícia Civil.

Era 2018 quando a vítima, à época com 22 anos, procurou uma clínica no município para fazer um tratamento. Nas sessões, o psicólogo diagnosticou a jovem como “histérica” e indicou que ela fizesse um tratamento com remédios psiquiátricos e “sexo”. Aos poucos, iniciou os abusos.

A violência sexual só foi descoberta porque a vítima foi levada ao hospital depois de uma grave piora no estado emocional dela. Na unidade de saúde, contou sobre os estupros, o que resultou em uma denúncia à Polícia Civil no final daquele ano.

Leia mais em NSC Total, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias