Duas pessoas foram presas na noite dessa quarta-feira (9/1) suspeitas de terem participado da morte de uma família de bolivianos em Itaquaquecetuba, no estado de São Paulo.

Os suspeitos são dois homens, de 27 e 33 anos de idade, cujos nomes não foram revelados pela Polícia Civil.

Segundo a polícia, a dupla foi detida em cumprimento ao mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. Um terceiro suspeito ainda está foragido.

O caso
Os corpos de Jesus Reynaldo Condori Sanizo, de 39 anos, de sua esposa Irma Morante Sanizo, de 38 anos, e do filho do casal, Gian Abner Morante Condori, de 8 anos, foram encontrados pela Polícia Militar na noite de terça-feira (8/1) dentro de sacos plásticos.

Segundo relato do dono do imóvel onde estavam os cadáveres, a casa foi alugada para o marido da irmã de uma das vítimas.