Presos 3 suspeitos de traficar 445 kg de cocaína no helicóptero de Perrella

O trio cometeu o crime em 2013, mas só foi capturado nesta sexta-feira (4/12) pela Polícia Federal, durante Operação Hélice

atualizado 04/12/2020 21:12

HelicocaReprodução

A Polícia Federal (PF) prendeu, nesta sexta-feira (4/12), três integrantes de uma quadrilha acusados de participação no transporte dos 445 kg de cocaína no helicóptero da família do ex-presidente do Cruzeiro Zezé Perrella – a aeronave ficou nacionalmente conhecida como “Helicoca”.

O trio cometeu o crime em 2013. Foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão em São Paulo, Paraná e na Paraíba.

A Operação Hélice foi deflagrada nas primeiras horas da manhã desta sexta e objetiva o combate ao tráfico internacional de drogas.

A ação policial é um desdobramento da operação ocorrida na época do crime. Após sete anos, os investigadores conseguiram identificar o grupo responsável pelo financiamento e logística do tráfico de cocaína.

Na ocasião, o filho do ex-senador Zezé Perrella, o ex-deputado estadual de Minas Gerais Gustavo Perrella, afirmou que o piloto teria utilizado a aeronave sem a devida autorização da família.

A PF ainda apreendeu celulares dos acusados. Os investigados podem responder pelos crimes de associação para o tráfico e tráfico de drogas.

0

Últimas notícias