*
 

A Polícia Federal prendeu 10 médicos de Palmas (TO) na Operação Marcapasso, deflagrada nesta terça-feira (7/11). As prisões, ordenadas pelo juiz federal João Paulo Abe, vale por três dias, em regime temporário.

A Marcapasso mira esquema de fraude em licitações do Tocantins para aquisição de equipamentos OPMEs (órtese, próteses e materiais especiais) de alto valor agregado e grande custo para o sistema de Saúde.

 

COMENTE

PFfraudesaúde públicaMáfia das Prótesesórteses e próteses