Pai de santo de 29 anos é preso suspeito de estupros e cárcere privado

Seis vítimas procuraram a Polícia Civil do Paraná para relatar os supostos crimes. Uma é adolescente e tem 14 anos

atualizado 20/07/2020 16:57

Reprodução Polícia Civil

A Polícia Civil do Paraná prendeu nesta segunda-feira (20/7) um pai de santo, de 29 anos, suspeito de enganar e estuprar mulheres e mantê-las sob cárcere privado. Uma das vítimas teria apenas 14 anos. A investigação também apontou a esposa do homem, uma mulher de 22 anos, como cúmplice.

“As mulheres procuravam o casal para prática de rituais religiosos. Duas das vítimas foram mantidas em cárcere privado”, disse a polícia em nota.

Os investigadores também afirmaram que os crimes aconteceram durante rituais religiosos no terreiro coordenado pelo investigado no bairro Pinheirinho, em Curitiba.

A mulher vai responder por violação sexual mediante fraude. O pai de santo, por charlatanismo, estupro, redução a condição análoga à escravidão, sequestro, cárcere privado, violação sexual mediante fraude e tortura.

0

Suspeitos

Segundo o site UOL, os suspeitos negaram os crimes. “Eles foram ouvidos e disseram não ter cometido os fatos denunciados, alegaram ser boas pessoas e disseram que apenas faziam os trabalhos espirituais”, afirmou o delegado Rinaldo Ivanike.  A Polícia Civil também informou que eles ainda não constituíram advogado de defesa.

Últimas notícias