Motoboy tem 60% do corpo queimado; família acusa ex-namorada

Daniel Jean Rocha Claudino, de 20 anos, está internado no hospital Souza Aguiar, em Méier, no Rio de Janeiro (RJ)

reproduçãoreprodução

atualizado 21/01/2020 10:35

O motoboy Daniel Jean Rocha Claudino, de 20 anos, teve 60% do corpo queimado na última quarta-feira (15/01/2020) em Cachambi, bairro do Rio de Janeiro (RJ). A família da vítima acusa a ex-namorada dele de ser a responsável por atear o fogo.

Daniel foi levado para o hospital Souza Aguiar, em Méier, outro bairro fluminense. Ele tem ferimentos em praticamente todo o corpo.

Ao jornal Extra, parentes de Daniel contaram que ele consertava a motocicleta quando a ex-namorada teria se aproximado com a gasolina e ateado fogo com um fósforo.

Tio do jovem, Márcio Mesquita Martins, de 46 anos, contou que a ex-namorada dele era “agressiva e ciumenta“.

“Foi tudo premeditado. Ela chegou com a garrafa de gasolina na mão. Uma pessoa não anda levando gasolina assim, sem mais nem menos”, contou.

Procurada, a Polícia Civil do RJ informou que as investigações seguem na 23ª DP (Méier). Os investigadores aguardam a melhora no quadro de saúde da vítima para ser ouvida pelos agentes.

Os policiais realizam diligências, nesta terça-feira (21/01/2020), em busca de outras testemunhas que tenham presenciado o fato.

Últimas notícias