Família acredita que ex-prefeito morto tenha sido vítima de latrocínio

Hipótese é levantada pelo filho da vítima, após informações de que o ex-prefeito teria feito um saque de R$ 5 mil antes do crime

atualizado 14/05/2022 15:46

Divulgação

A família do ex-prefeito de Campo Magro (PR) José Antônio Pase acredita que ele possa ter sido vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte). A hipótese é levantada pelo filho, Amarildo Pase, após informações de que o ex-prefeito teria feito um saque de R$ 5 mil antes do crime.

Segundo Amarildo, informações apontam que José Antônio teria feito um saque de pouco mais de R$ 5 mil. “Ainda, sumiu o celular dele, bem como a carteira de policial aposentado dele. Então, são indícios que levam a crer que o caso seja tratado como latrocínio. Tentamos fazer o rastreamento do celular, mas também não conseguimos”, lamentou.

Leia mais em Banda B, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias