Digital influencer é investigada por venda de remédios ilegais

Ministério Público de Mato Grosso abriu inquérito contra a jovem por supostamente comercializar um produto irregular de emagrecimento

Reprodução/FacebookReprodução/Facebook

atualizado 16/01/2020 12:13

Digital influencer de Sorriso, a 400 km de Cuiabá (MT), Paula Biazin está sendo investigada pelo Ministério Público de Mato Grosso por supostamente comercializar um produto de emagrecimento ilegal.

O inquérito civil foi aberto pelo promotor de Justiça Márcio Florestan Berestinas, no dia 8 de janeiro. Em dezembro, a moça chegou a ser presa em flagrante.

Com mais de 325 mil seguidores no Instagram, Paula anunciava o produto Moder Diet Gold. Segundo ela, o medicamento é feito de extrato de ervas e seria uma “forma segura e eficaz” de perder peso.

Leia a reportagem completa no O Livre, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias