Casal de funcionários do Metrô de SP é encontrado morto; polícia investiga

De acordo com a Polícia Civil, após uma discussão Gerônimo teria assassinado sua esposa a facadas e, em seguida, tirado a própria vida

atualizado 16/11/2020 19:44

Reprodução: TV R7

Elizabeth Ferraz e Gerônimo Michel, funcionários do Metrô de São Paulo, foram encontrados mortos na noite desse domingo (15/11). O caso aconteceu dentro do condomínio onde moravam, no bairro da Penha, na zona leste de São Paulo.

A Polícia Militar foi acionada por vizinhos do casal, que encontraram o corpo de Gerônimo Michel caído ao lado do prédio. A corporação afirma ainda que a mulher foi encontrada morta, com o corpo coberto, em cima da cama, com marcas de facadas.

Investigações da PM apontam que, após uma discussão, Gerônimo assassinou sua esposa com facadas e, em seguida, teria cortado a rede de proteção do apartamento, que fica no nono andar, e tirado a própria vida.

A corporação também afirma que vizinhos relataram não terem ouvido nada. O apartamento estava arrumado e não apresentava sinais de briga. O marido deixou uma carta, mas esta não foi divulgada.

Agora o caso será investigado pela Polícia Civil. Os dois tiveram as mortes confirmadas no local e seus corpos encaminhados ao IML da região.

0

Últimas notícias