Cabeleireira é morta a facadas por dono de bar vizinho ao salão

Outras duas pessoas ficaram feridas no ataque. Vítimas foram levadas para hospital no centro de BH

atualizado 27/02/2020 13:46

Uma cabeleireira de 30 anos foi assassinada a facadas, na noite dessa quarta-feira (26/02/2020), pelo dono de um bar vizinho ao salão onde a vítima trabalhava, no centro de Belo Horizonte (BH).

Bruna Rafaela da Silva foi encontrada no chão, ensanguentada, com várias perfurações no abdômen e nas costas. A mulher foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Além dela, outras duas pessoas foram esfaqueadas: a companheira da vítima, de 29 anos, e um amigo do casal, de 19.

Eles foram levados ao Hospital de Pronto Socorro João XXIII, na capital mineira. O rapaz, atingido no abdômen, passou por cirurgia e permanece em estado grave.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher que sobreviveu ao crime mantinha uma relação homoafetiva com Bruna. O agressor, de 48 anos, dono de um bar vizinho, seria um antigo inquilino do salão de beleza.

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), contudo, não informou o que teria motivado o ataque.

Investigação
Após o crime, o assassino pegou um táxi na rodoviária e foi para uma estação de metrô, segundo relato de testemunhas. A PMMG informou que a corporação não localizou o suspeito.

O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Investigações de Homicídio (DH). Procurada, a Polícia Civil do estado informou apenas que as investigações referentes ao fato foram iniciadas.

Últimas notícias