Assaltantes espancam e matam idosa de 71 anos

Hipótese investigada é a de latrocínio - roubo seguido de morte - porque a família percebeu que cartões de crédito foram levados

Ocskaymark, IstockOcskaymark, Istock

atualizado 11/12/2019 17:41

No norte do Espírito Santo, uma idosa de 71 anos morreu nessa terça-feira (10/12/2019) após ficar quatro dias internada em um hospital na cidade de São Mateus. Dalvina Arlete Gripa foi encontrada muito ferida pela família no sábado (07/12/2019), na casa onde morava, no município de Águia Branca. São informações do G1.

A Polícia Civil informou que dona Dalvina tinha muitos ferimentos na cabeça, mas não disse o que teria sido usado para o espancamento.

Dona Dalvina foi socorrida e levada para o hospital em São Mateus, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo dela foi enterrado na manhã desta quarta-feira (11/12/2019), em Águia Branca.

Latrocínio
A principal hipótese investigada é a de latrocínio – roubo seguido de morte – porque a família percebeu que cartões de crédito e outros pertences pessoas de dona Dalvina foram levados. A

polícia disse que já tem alguns nomes de suspeitos, mas que não pode informar mais detalhes para não atrapalhar as investigações. Ninguém foi detido ainda.

A idosa morava sozinha em uma casa na localidade de Córrego Bela Vista, que fica a aproximadamente 2 km do centro de Águia Branca. A família acredita que a residência foi invadida por criminosos na sexta-feira (06/12/2019), mas todos só ficaram sabendo no dia seguinte, quando foram à casa dela.

Últimas notícias