PGR pede arquivamento de inquérito contra o deputado Fábio Faria

Raquel Dodge argumenta que “não foi possível colher nenhum elemento” para comprovar delação na qual a investigação se baseou

PSD/Cláudio AraújoPSD/Cláudio Araújo

atualizado 10/09/2018 18:26

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, solicitou nesta segunda-feira (10/9) o arquivamento de inquérito contra o deputado federal Fábio Faria (PSD). De acordo com a PGR, “não foi possível colher nenhum elemento” para comprovar o depoimento. A informação é do site O Antagonista.

As acusações são parte da delação de Ricardo Saud, ex-executivo da JBS. Segundo ele, Fábio Faria e sua esposa, Patrícia Abravanel, teriam participado de um jantar para negociar propina em favor do atual governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD).

De acordo com a delação, o propósito da reunião foi arrecadar fundos para a campanha de Robinson, que acabou vitorioso nas eleições em 2014. “Foi um jantar muito elegante. Foi o Fábio Faria com a noiva dele, Patrícia Abravanel, filha do Silvio Santos, o Robinson Faria com a esposa dele, nós todos com as nossas esposas para tratarmos de propina”, contou Saud.

Últimas notícias