PF apreende carga de cigarro contrabandeado avaliada em R$ 8 milhões

Durante as investigações, foram flagrados nove carregamentos de cigarro que resultaram na prisão de 24 pessoas

atualizado 25/11/2020 8:47

operação PFPF/Divulgação

A Polícia Federal e a Receita Federal deflagram, nesta quarta-feira (25/11), a Operação Canoeiros. O objetivo é desarticular três grupos criminosos acusados de contrabando de cigarros produzidos fora do país.

Policiais federais cumprem 10 mandados de busca e apreensão no Rio Grande do Sul, nas cidades de Eldorado do Sul, Guaíba, Canoas, Gravataí e Cachoeirinha. Servidores da Receita Federal acompanham o cumprimento das ordens judiciais para identificar a sonegação de tributos e a importação irregular por parte do grupo.

Imóveis de luxo, carros importados e uma grande quantidade de dinheiro em espécie foram localizados pelos investigadores durante as buscas feitas durante nesta manhã. Confira:

0

A investigação teve início em fevereiro para apurar a distribuição de cigarros produzidos no Paraguai. A apuração indica que os grupos criminosos adquiriam o produto no exterior, faziam o transporte para depósitos no Rio Grande do Sul e posteriormente distribuíam a mercadoria ilegal para comércios da região metropolitana de Porto Alegre e para o sul do estado.

Durante as investigações, foram flagrados nove carregamentos de cigarro que resultaram na prisão de 24 pessoas e na apreensão de aproximadamente 1,8 milhão de maços de cigarros, avaliados em R$ 8 milhões.

Últimas notícias