*
 

Por volta das 16h desta sexta-feira (1º/6), o Conselho de Administração da Petrobras reunirá seus membros a fim de indicar um nome para presidir, de forma interina, a estatal. Cabe ao governo federal, principal acionista da empresa, definir o sucessor efetivo.

Para facilitar, o conselho deverá indicar algum funcionário de seu quadro interno. Os mais cotados são, em primeiro lugar, Solange da Silva Guedes – diretora executiva de Exploração e Produção e que ingressou na Petrobras em 1985 –, e, em segundo, Ivan Monteiro – diretor executivo da Área Financeira e de Relacionamento.

O novo comandante da empresa entrará no lugar de Pedro Parente, que pediu demissão do cargo no fim da manhã desta sexta (1º). Ele comunicou a decisão ao presidente da República, Michel Temer (MDB), durante reunião no Palácio do Planalto. Parente sofreu grande desgaste desde a eclosão da greve dos caminhoneiros, sendo alvo de críticas dos manifestantes e de políticos da oposição e da base de apoio do governo.

 

 

COMENTE

Petrobrasdemissãopedro parente
comunicar erro à redação

Leia mais: Brasil